Palestrantes e Debatedores


Marcos Rogério
  • Cerimônia de Abertura
  • Dia: 30 de Outubro
  • Horário: 14:00
  • Auditório da FIERO
  • Aguardando Confirmação
  • Marcos Rogério
  • Deputado Federal e Presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Portos, Hidrovias e Navegação
  • Marcos Rogério da Silva Brito, 37 anos, é natural de Ji-Paraná (RO) e graduado em Direito pela Universidade Luterana do Brasil (CEULJI/ULBRA). Filho de agricultores, atuou na comunicação social por mais de 12 anos. Foi repórter de TV e radialista; diretor de Comunicação da Prefeitura Municipal de Ji-Paraná no período de 2003-2004; repórter da TV Rondônia, afiliada à Rede Globo e coordenador de Jornalismo do Sistema Gurgacz de Comunicação (SGC) / Rede TV Rondônia. Foi vereador em Ji-Paraná e eleito e diplomado deputado federal nas eleições de 2010.

    Reeleito Deputado Federal em 2014, é membro titular da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania; de Direitos Humanos e Minorias (CDHM), e suplente das Comissão Mista de Orçamento (CMO) e Comissão de Legislação Participativa (CLP).  Também foi vice-líder do PDT na Câmara. É autor de projeto que pretende incluir como conteúdo obrigatório no currículo do ensino médio noções básicas Direito Constitucional.  Membro do Conselho de Ética da Câmara, teve atuação destacada como relator, apresentando parecer favorável no processo que culminou com a cassação do deputado Eduardo Cunha.


Erick Moura
  • Infraestrutura Existente, Gargalos Operacionais, Demandas Potenciais e Ações de Curto Prazo
  • Dia: 23 e 25 de Outubro e 01 de Novembro
  • Horário: 14:30
  • Confirmado
  • Erick Moura
  • Diretor de Infraestrutura Aquaviária do DNIT - Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes
  • Auditor Federal de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União e exerce a função de Diretor de Infraestrutura Aquaviária do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes - DNIT. Bacharel em Ciências Navais pela Escola Naval – Marinha do Brasil; Especialização em Eletrônica e Guerra de Superfície, Pós-Graduação em Estado-Maior, Planejamento e Assessoramento, atualmente Cursa Pós-Graduado em Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação. Foi Corregedor e Auditor Federal de Finanças e Controle da Corregedoria Setorial do Ministério dos Transportes, Auditor Federal de Finanças e Controle do Núcleo de Normas e Assessoramento do Corregedor-Geral da União, Auditor Federal de Finanças e Controle da Corregedoria Setorial do Ministério da Integração Nacional e Auditor Federal de Finanças e Controle da Coordenação-Geral de Recursos Humanos, como Substituto na Coordenação de Administração de Legislação de Pessoal.

    Na Secretaria da Micro e Pequena Empresa da Presidência da República foi Coordenador-Geral de Gestão de Pessoas e Recursos Logísticos e no Ministério das Comunicações atuou como Coordenador-Geral de Recursos Logísticos Substituto e de Coordenador de Suprimento e Patrimônio da Coordenação-Geral de Recursos Logísticos. Capitão-de-Corveta da Marinha do Brasil com as seguintes condecorações: Medalha Militar com Passador de Bronze em decorrência de mais de 10 anos de bons serviços prestados ao país; Medalha Mérito Marinheiro de uma âncora por ter mais de 500 dias de mar na carreira; Medalha Rede Naval Interamericana de Telecomunicações -RNIT.


Humberto Cavalcanti
  • Licenciamento Ambiental e Desafios para Implantação da Sinalização, Balizamento, Derrocamento e Dragagem
  • Dia: 23, 25, 27 e 30 de outubro e 01 e 03 de novembro
  • Horário: 17:15
  • Confirmado
  • Humberto Cavalcanti
  • Consultor e Ex-Diretor de Proteção Ambiental e Diretor de Florestas do IBAMA
  • Humberto Candeias Cavalcanti é Engenheiro Florestal, formado pela Universidade Federal de Viçosa - UFV, com MSc em Ciência Florestal especializado em Manejo de Bacias Hidrográficas. Funcionário de carreira do IEF – Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais desde 1985, foi seu Diretor de Monitoramento e Controle de 1995 a 1998 e posteriormente Diretor Geral de 2002 a 2009. Atuou também junto ao PNUD como Coordenador do Programa de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais no Arco do Desflorestamento da Amazônia.

    Nessa função se destacou pela implantação no IBAMA do uso de helicópteros e aviões no combate aos incêndios florestais, protagonizando uma melhoria significativa na eficiência das operações. No IBAMA, foi Diretor de Proteção Ambiental e Diretor de Florestas, tendo também ocupado a função de Presidente substituto. Durante o período como Diretor de Florestas foi o coordenador do projeto de revitalização do rio São Francisco pelo IBAMA junto ao Ministério do Meio Ambiente, desenvolvendo um importante trabalho em parceria com Instituto Maurício de Sousa, denominado “Oia o Chico”, voltado para educação ambiental de crianças nas escolas da região. Atualmente é consultor autônomo de meio ambiente com foco principal na área de revitalização de bacias hidrográficas e licenciamento ambiental.


Marcos Maia Porto
  • Licenciamento Ambiental e Desafios para Implantação da Sinalização, Balizamento, Derrocamento e Dragagem
  • Dia: 30 de Outubro, 01 e 03 de Novembro
  • Horário: 17:00
  • Aguardando Confirmação
  • Marcos Maia Porto
  • Gerente de Meio Ambiente e Sustentabilidade da ANTAQ – Agência Nacional de Transportes Aquaviários
  • Marcos Maia Porto é engenheiro civil, formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, especializado em Regulação, Defesa da Concorrência e Concessões pela Fundação Getúlio Vargas - FGV e em Gestão Ambiental pelo Centro de Desenvolvimento Sustentável – CDS da Universidade de Brasília. É autor dos livros “Portos e o Desenvolvimento”  e “Portos e Meio Ambiente” pela editora Aduaneiras.

    Responde pela Gerência de Meio Ambiente e Sustentabilidade da ANTAQ desde sua criação, em 2002. Neste cargo, vem desenvolvendo vários trabalhos de acompanhamento da gestão ambiental nas instalações portuárias e vias navegáveis, como o Sistema de Gestão Ambiental Integrada - SIGA, o Índice de Desempenho Ambiental - IDA e responsável pela promulgação de três Resoluções na área de Meio Ambiente: “Serviços de Retirada de Resíduos de Embarcações”; “Trânsito de Cargas Perigosas” e a que aprova os instrumentos de acompanhamento e controle de gestão ambiental em instalações portuárias.

    Atualmente desenvolve com sua equipe os estudos para ampliação do IDA para demais instalações portuárias; retirada de resíduos de embarcações na Amazônia; boas práticas do transito de cargas vivas nos portos e avaliação dos efeitos das mudanças climáticas na atividade aquaviária.


Jony Marcos do Valle Lopes
  • Custo para Implantação, Fontes de Financiamento e Modelos para Exploração Econômica
  • Dia: 30 de Outubro, 01 e 03 de Novembro
  • Horário: 15:30
  • Aguardando Confirmação
  • Jony Marcos do Valle Lopes
  • Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento Logístico da EPL – Empresa de Planejamento e Logística S.A.
  • Jony Marcos do Valle Lopes é graduado em Engenharia Civil pela UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora com Especialização na Área de Transportes. Possui MBA em Regulação, Defesa da Concorrência e Concessões pela Fundação Getúlio Vargas – FGV. Iniciou sua vida profissional atuando em empresas de engenharia, realizando estudos e assessoria para a Divisão de Planejamento do DNER. Ingressou no serviço público como engenheiro neste mesmo órgão, através de concurso em 1994, no cargo de Chefe da Divisão de Planejamento do DNER, desenvolvendo atividades na área de Planejamento, Gerenciamento de Obras e Operações Rodoviárias.

    Foi Coordenador Geral de Planejamento e Programação de Investimentos da Diretoria de Planejamento e Pesquisa do DNIT. Nesta trajetória no órgão, assumiu posteriormente os cargos de Gerente e, na sequência, Diretor de Planejamento e Pesquisa. Nesta mesma ocasião, ocupou interinamente os cargos de Diretor Geral e Diretor de Administração e Finanças do DNIT. Por sua atuação, foi nomeado Assessor Especial da Secretaria Executiva do Ministério dos Transportes. Desde janeiro de 2013, assumiu como Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento Logístico da EPL, responsável pelo PNLI – Plano Nacional de Logística Integrada.